Google+ Badge

sábado, 15 de abril de 2017

Plano de aula Dia do Índio - educação infantil.

                                   PLANEJAMENTO SEMANAL DIA DO INDIO
JARDIM II                     
                        
Tema Gerador: Respeito

Tema da Semana: Índio

Objetivos

  • Conhecer e sensibilizar-se sobre a história dos índios, saber sobre as dificuldades que eles enfrentam, seus usos, costumes, hábitos alimentares, palavras, lendas e crenças.
·         Desenvolver a oralidade e expressividade por meio do reconto, das rodas de conversa, faz de conta e leitura de imagens dos livros;
  • Exercitar a criatividade através de músicas, jogos e massinha;
  • Movimentar-se através de exercícios de psicomotricidade, brincadeiras e danças;
·         Desenvolver o hábito de ouvir histórias;
·         Aprimorar os movimentos do corpo, a noção do espaço e a coordenação motora;
·         Explorar rimas com paródia;
·         Desenvolver coordenação através da dobradura.

Conteúdos

Índio, Costumes indígenas, comidas típicas, respeito à cultura indígena, número e quantidade, contagem, calendário, dobradura, alfabeto, desenho e escrita espontânea, rimas, paródia, música, texto informativo, lenda indígena, cartaz, lanche coletivo.

Recursos

Ficha nominal, cola, pen drive, som, música, vídeo, folhas de papel, caderno de desenho, lápis de cor, cartolina, quadro negro, alfabeto e números móvel, livro literário, urucum, tinta guache, macarrão, brinquedos, jogos, massinha de modelar, jogos de engenheiro, sacola literária.

Rotina Diária

13h00  a   13hs10 min  _ Acolhida coletiva no pátio
13h10min  a 13hs 30min– Organização da sala e acolhida com músicas
13hs 30min  a 14h – Leitura Incidental (calendário, janelinha do tempo,  Quantos somos, combinados, palavras mágicas, alfabeto, numeral, chamada.)
14h a 15h – Hora da Atividade escrita ou concreta
15h a 15h30 min– Lanche
15h30  a 15h45min – Recreio
15h45min a 16h– Cantinhos: brinquedo/fantasia/musical/psicomotricidade
16h a 16h20min– Hora da História, cantinho da leitura
16h20min a 16h50min - Atividades de psicomotricidade na área externa
16h50min  a 17h10min – Jogos pedagógicos ou massinha
17h10min – Iniciar a saída


SEGUNDA-FEIRA 17/04/2017
Acolhida
Ao chegar as crianças serão acolhidas no pátio com música e oração. Em seguida ao chegar na sala, organizar as carteiras, fazer alongamentos e cantar as músicas com gestos:
Brincar de índio”- Xuxa - e Indiozinhos.


 Brincar de Índio- Xuxa

 

Vamos brincar de índio
Mas sem mocinho pra me pegar...
Venha pra minha tribo
Eu sou cacique, você é meu par...
Índio fazer barulho
Índio ter seu orgulho
Vem pintar a pele
Para dança começar

Pego meu arco e flecha
Minha canoa e vou pescar
Vamos fazer fogueira
Comer do fruto que a terra dá
Índio fazer barulho
Índio ter seu orgulho
Índio quer apito mas também
sabe gritar!!OOOOOOOOOOOO

Índio não faz mais lutas
Índio não faz guerra
Índio já foi um dia
O dono dessa terra
Índio ficou sozinho
Índio querer carinho
Índio querer de volta a sua paz
  
Atividade de rotina
 §      Chamadinha: mostrar o nome da criança na ficha e ir colocando na chamada.
§      Quantos somos: contar quantas crianças estão presentes e marcar quantos meninos e meninas e quantos são ao todo.
§      Calendário: marcar a data no calendário, especificando o dia do mês, da semana e o ano.
§      Janelinha do tempo: observação do tempo e mudar no painel.
§      Alfabeto: fazer a leitura do alfabeto, cantando.
§      Números: contar os números em ordem e depois de trás para frente.
§      Fazer a leitura dos combinados e palavras mágicas.

Devocional no pátio:
A folha de papel que queria ser um barquinho

Começou assim: Ele estava voando e flutuando pelo céu, quando caiu nas mãos de uma menina chamada Ana que brincava com suas colegas Lara e Maria.
E o papel disse: hei menina, hei menina, me transforma em um barquinho.
A menina respondeu: Eu vou tentar pegou o papel dobrou pela metade e disse:
Olha papel você não quer ser uma cabana?
O papel respondeu não, não eu quero ser um barquinho. Em seguida, a menina olhou a cabana de papel e disse: Papel você quer ser uma borboleta? Nossa, isso me fez lembrar de uma música (segurando o papel pela dobra. Abaixar e levantar a mão, fazendo o papel balançar como se fosse asas de borboleta) “Borboletinha ta na cozinha Fazendo chocolate para a madrinha. Poti, poti, perna-de-pau. Olho de vidro e nariz de pica-pau”.
O papel não, não eu quero ser um barquinho.
Então esta bem a menina entregou o papel para sua amiga Lara. Lara dobrou o papel novamente, e falou:
Hei papel o que acha de ser um livrinho para as crianças lerem?
O papel não, não eu quero ser um barquinho.
Lara disse esta bem e dobrou o papel mais uma vez para cá e para cá e perguntou?
Hei papel, você não quer ser uma casinha? Nossa, isso me fez lembrar de uma música: “ Era uma casa muito engraçada, Não tinha teto, Não tinha nada. Ninguém podia Entrar nela não Porque na casa Não tinha chão. Ninguém podia Dormir na rede, Porque na casa Não tinha parede. Ninguém podia Fazer pipi, Porque pinico Não tinha ali. Mas era feita Com muito esmero Na rua dos bobos Número zero”. (Música e letra de: Toquinho e Vinícius)

O papel não, não eu quero ser um barquinho.
Então Lara entregou o papel para Maria. Ela pegou a casinha e dobrou as partes para cima e para baixo, do outro lado também.
E perguntou hei papel você não quer ser um chapeuzinho de soldado? Nossa, isso também me fez lembra de uma música: "Marcha soldado cabeça de papel Quem não marcha direito vai preso no quartel. O quartel pegou fogo Francisco deu sinal Acode, acode, acode a Bandeira Nacional".

E o papel não, não, não eu quero ser um barquinho.
Ana pegou novamente o papel e falou esta bem e continuou dobrando o papel, dobrou todas as pontinhas para dentro e perguntou?
Hei papel você não quer ser um saquinho de pipoca?
O papel respondeu: Não, não eu quero ser um barquinho.
A claro você quer ser um barquinho.
Então ela pegou o saquinho de papel e dobrou mais uma vez,para cima e para baixo,para cima e para baixo e falou.
E agora você quer ser um copinho de beber água, o papel respondeu, não, não eu quero ser um barquinho.
A disse: espere só um pouquinho.
Então a menina virou o copinho de beber água para baixo. E começou a puxar as pontinhas, puxar as pontinhas.
E de repente taram o papel se transformou num lindo barquinho.
O barquinho feliz disse: Obrigado, obrigado agora eu posso navegar pelos mares e rios bem feliz.
Obrigado menina.
 (https://www.youtube.com/watch?v=llAm5I5v7TE).

Roda de conversa
Quando retornarmos à sala, iremos conversar sobre a história que foi contada no devocional, vou falar sobre os vários materiais que o papel poderia se tornar, como: livro, chapéu, cabana,  entre outros. Iremos comparar com as pessoas que podem ser boas, ruins, bravas, tranquilas, educadas, grosseiras, cada uma pode ser do jeito que quiser, porém, devemos sempre sermos pessoas de bom coração, ajudar ao próximo, e termos sempre bons valores.
Logo após, falaremos também sobre a dobradura do papel até chegar à forma de barquinho, vou fazer novamente um barquinho com as crianças, mostrando as figuras geométricas que podemos visualizar.
Em seguida, vou falar sobre o tema da semana-Índio, explicar "o que é" o índio? (trabalhar o conceito de cidadania). A partir das respostas induzir outras questões que possam levantar: onde vive, como se veste, qual é seu trabalho, porque se pinta o que come como são as crianças, quais são as brincadeiras, se estudam, como tratam as doenças, etc.

Atividade dirigida
Cada criança irá dobrar e decorar um barco de papel para ilustrarmos o cartaz com a música- Indiozinhos, que será escrito juntos às crianças.

Lanche/recreio – lanche da escola no pátio e o lanche de casa na sala com piquenique.

Leitura por prazer –
Lenda Indígena/De onde Vem o Fogo?
Atividade de psicomotricidade - Cantinho dos brinquedos – distribuir os brinquedos pelo chão e deixar que brinquem de faz de conta.

Jogos de mesa – Massinha de modelar para fazerem índios.

TERÇA-FEIRA 18/04/2017
Acolhida
Ao chegar as crianças serão acolhidas no pátio com música e oração. Em seguida ao chegar na sala, organizar as carteiras, fazer alongamentos e cantar as músicas com gestos:
Brincar de índio”- Xuxa - e Indiozinhos.
 
Atividade de rotina

Leitura por prazer –
https://cantinhodadezinha.blogspot.com.br/2011/04/texto-19-de-abril-dia-do-indio.html
Roda de conversa
Vou perguntar para as crianças se elas já viram um índio e onde viram, deixar elas falarem sobre suas experiências, em seguida vou mostra gravura de índio  e pedir e que observem como os índios se vestem, se usa sapatos, o que tem na cabeça. Logo após, explicar que devemos demonstrar carinho por todas as pessoas, mesmo que seus costumes sejam diferentes dos nossos.
Atividade dirigida
Realizar a leitura da música no cartaz (Indiozinhos), atentando para as rimas existentes. Em seguida, fazer uma paródia em cima da música acrescentando novas rimas. Vou ser escriba deles, escrevendo a nova música no quadro, depois será reescrito no papel.                   

Lanche/recreio – lanche da escola no pátio e o lanche de casa na sala com piquenique.

Atividade psicomotora:
No pátio brincar de pular com um pé só, contando quantos consegue.

Jogos de mesa –
Recortes de EVA com formas geométricas variadas.

Obs: Enviar a sacola literária.

QUARTA-FEIRA 19/04/2017
Acolhida
Ao chegar as crianças serão acolhidas no pátio com música e oração. Em seguida ao chegar na sala, organizar as carteiras, fazer alongamentos e cantar as músicas com gestos:
Brincar de índio”- Xuxa -  e Indiozinhos.
 


Atividade de rotina

Leitura por prazer –
A criança que levou a sacola literária irá fazer o reconto.

Roda de conversa
Fazer a leitura do texto:
                                            Todo dia é dia de índio?
Sim, pois não adianta somente lembrar dos índios apenas um dia. Eles fazem parte de nossa história e têm muito a nos ensinar. Mas, justamente por serem importantes, foi reservada uma data no calendário anual para comemorar o Dia do Índio, que é 19 de abril.
Quer saber porque esse dia? Bem, é que nessa data, no ano de 1940, foi realizado o I Congresso Indígena da América Latina, no México, com objetivo de divulgar a cultura indígena em toda a América e também para que os governos criassem normas em relação à qualidade de vida dos povos indígenas, que ainda sofriam com a discriminação do homem branco.
                                                                                                                           (smartkids.com.br)
Logo após, deixar as crianças falarem sobre o que sabem dos índios. Em seguida falar sobre as comidas típicas dos Índios, e falar que amanhã faremos um lanche especial com comidas típicas.
Demonstrar a fruta urucum, usada para tingir o corpo dos índios.

Atividade dirigida
Faremos a pintura de macarrão para fazermos um colar. Depois de seco colocaremos um por um em barbante, trabalhando o movimento de pinça. Aproveitar a tinta e decorar o cocar com pinturas em zigue-zague.

Lanche/recreio – lanche da escola no pátio e o lanche de casa na sala com piquenique.
                                       
Atividade psicomotora:
No pátio brincar de pular com um pé só, contando quantos pulos consegue.

Jogos de mesa – Jogos de engenheiros.
Colocar as sementes de urucum na água e manusear a tinta.

                                                          QUINTA-FEIRA 20/04/2017
Acolhida
Ao chegar as crianças serão acolhidas no pátio com música e oração. Em seguida ao chegar na sala, organizar as carteiras, fazer alongamentos e cantar as músicas com gestos:
Brincar de índio”- Xuxa -  e Indiozinhos.
 
Atividade de rotina
Cineminha: ir para o sala de informática e assistir aos vídeos:
O Pequeno Hiawatha - O pequeno indiozinho(https://www.youtube.com/watch?v=tqibTFNQsRM) e O Livro da Selva em Português | conto e musicas | com Os Amiguinhos(https://www.youtube.com/watch?v=spbEznKxaaA).

Roda de conversa
Falar sobre os vídeos que foram assistidos, relembrar o tema da semana. Em seguida, perguntar para as crianças o que elas aprenderam sobre os Índios. Relembrar as comidas indígenas, escrever no quadro delas, em seguida, perguntar para elas, qual das comidas dos Índios é a preferida de cada criança.

Leitura por prazer – Cantinho da leitura.

Atividade dirigida
Escrita espontânea das principais palavras comuns entre a comunidade indígena:
Oca, cacique, tribo...
Depois desenho espontâneo no caderno de desenho sobre o vídeo assistido.

Lanche/recreio – lanche da escola no pátio e o lanche de casa na sala com piquenique.

Cantinho da psicomotricidade no pátio e lanche com comidas típicas dos Índios.
      No pátio com todas as crianças da educação infantil, realizar um lanche especial com comidas típicas dos índios. Cada criança irá trazer uma comida. Ex.: pamonha, bolo de mandioca, cural, bolo de fubá e outros. Em seguida, cantar com gestos as músicas trabalhadas no decorrer da semana. Logo após, transformar todos as crianças em pequenos curumins (menino índio), colocando cocar na cabeça e pintando os rostinhos.

SEXTA-FEIRA 21/04/2017

FERIADO

Nenhum comentário:

Postar um comentário